Voce esta aqui: Home/ Em Foco, Eventos / Meio Ambiente

Meio Ambiente

Meio Ambiente

Astorga lança segunda etapa da Coleta Seletiva

De janeiro a junho de 2010 foram coletados 89.746 quilos de materiais recicláveis recolhidos pela Assepar. Neste mesmo período de 2011, foram 133.540 quilos e 1.700 litros de óleo de cozinha usados. Aumento de quase 49% no volume de materiais coletados

Em evento realizado na última sexta-feira (02) no Centro Cultural de Astorga, com a presença de autoridades e representantes da comunidade foi lançada a Segunda Etapa do Programa Municipal de Coleta Seletiva.

Agora, mais 3.500 kits contende sacolas para recicláveis, recipiente para coleta do óleo e folder explicativo serão distribuídos a comunidade. A bombona para coleta do lixo orgânico é opcional. O trabalho será iniciado no Jardim Londrina e vai passar por todos os bairros da cidade que ainda não receberam o material.

Durante a solenidade, a coordenadora do Programa Eliza Monteiro apresentou os resultados da Coleta no Município e o Grupo de Teatro Guardiões do Futuro, da Sodema, apresentou a peça “Salve o Planeta Terra”.

O Programa Municipal de Coleta Seletiva é resultado da parceria da Administração Municipal com a Sociedade em Defesa da Ecologia e Meio Ambiente – SODEMA, Associação dos Separadores para Reciclagem de Astorga – ASSEPAR e BF Ambiental, empresa do Grupo Big Frango.

Resultados

Em Novembro de 2009 foram coletados e comercializados pela Assepar, 7.540 quilos de material reciclável. Em Novembro de 2010 (um mês após a implantação do programa) a Associação coletou e comercializou 16.268 quilos de material reciclável. De janeiro a junho de 2010 foram coletados 89.746 quilos. Neste mesmo período de 2011, foram 133.540 quilos de materiais recicláveis recolhidos pela Assepar e 1.700 litros de óleo de cozinha usados depositados nos Ecopontos.

“Precisamos que a população continue colaborando”, diz a coordenadora do Programa, Eliza Monteiro. Segundo ela, estes números representam melhorias no salário dos membros da Assepar e aumento da vida útil das valas, uma vez que, com a colaboração da comunidade e a separação domiciliar, menos material reciclável é enterrado indevidamente. “Nosso aterro que deveria durar 15 anos, durou 11. É importante ressaltar que áreas usadas para aterro não servem para mais nada”, conclui.

Como funciona

A coleta do material reciclável acontece em dias contrários à coleta do lixo orgânico. Nas residências em que o caminhão de lixo passa as segundas, quartas e sextas, a coleta seletiva é realizada às terças e quintas.

O óleo de cozinha usado deve ser depositado nos Ecopontos instalados pela cidade. O material está sendo recolhido e destinado à produção de biodisel.

EcoPontos para Coleta do Óleo de Cozinha Usado

Escola Maria Celestina, Padaria Chic (Av. São João, 626), Mercado do João (Rua Joaquim Nabuco, 327), Bar e restaurante do Careca (av. São João, 584), Mercado Santa Rita de Cássia (Rua Ipiranga, 89), Bar do Aquiles (Av. São João) e Creche Josefa Munhoz de Oliveira.

Em Içara – Mercado Almeida, Escola João Freire de Carvalho

Em Santa Zélia – Mercado Central, João Daniel Machado Benetti.

Em Tupinambá – Escola Alberto Bonini.

Deixe um comentario

Copyright © 2011 E.R.Tecnologia. Todos os Direitos Reservados.